Share Button

Por Bom Dia Rio

Foto: Getty Images/BBC

Uma fisioterapeuta carioca teve suas redes sociais hackeadas, e os criminosos passaram a aplicar golpes nos seguidores. Luana Paiva tem 10 mil seguidores no Instagram e até agora não recuperou seu perfil. Segundo a polícia, um ladrão conseguiu alterar a titularidade da linha telefônica da fisioterapeuta em uma loja da Claro, localizada no bairro de Madureira, Zona Norte do Rio.

Com o controle da linha em mãos, os golpistas invadiram o Instagram de Luana e postaram um anúncio de venda de um iPhone “novo”.

“Comecei a conversar com a pessoa como se fosse com a Luana. Estava tudo certo para eu buscar o iPhone no dia seguinte, quando a Luana mandou em um grupo nosso que tinha sido vítima de um golpe, que tinham hackeado tudo dela e para ninguém depositar dinheiro”, contou uma das vítimas.

Além do prejuízo com o golpe, o Instagram de Luana era o portal de divulgação do seu trabalho como fisioterapeuta.

“Eu tive um grande prejuízo profissional e emocional. São quase 10 mil seguidores e três anos de muito trabalho, tentando gerar conteúdo de qualidade, para de repente uma pessoa que você não conhece tirar isso de você e ainda utilizar para aplicar golpe em pessoas que você conhece”, desabafou a fisioterapeuta.

A Polícia Civil segue investigando o caso, mas até agora nada de novo foi descoberto. O Instagram de Luana segue em posse do golpista.

“Todo mundo está tentando denunciar a minha conta, e ela não cai. O Instagram, sendo uma empresa tão grande, onde a maioria das pessoas utiliza essa rede para contato e principalmente para trabalho, não nos deu nenhum tipo de suporte”, informou Luana.

O que dizem as empresas

Em nota, a Claro, operadora telefônica de Luana, informou que está aperfeiçoando constantemente os procedimentos contra fraude. Em casos de dúvida, disponibilizou o número 1052 que funciona 24h.

O Instagram não comentou o caso de Luana e só forneceu dicas segurança, que já estavam disponíveis na plataforma.