Na manhã desta quarta-feira (19), barraqueiros da Feira Livre de Santo Antônio de Jesus indignam-se com vendedores da cidade de Feira de Santana por terem quebrado o acordo com a prefeitura municipal que estabelece que tais feirantes não podem trabalhar na cidade na última quarta-feira antecedente ao São João e Natal. Uma vendedora explica que durante 8 anos os barraqueiros de Feira de Santana não comercializam em Santo Antônio de Jesus na última quarta antecedente a um período festivo, mas este ano a regra foi quebrada e os ambulantes vieram para o município com suas mercadorias. “Falei com a polícia e me disseram que não podem fazer nada, apenas vão atuar em casos de confronto”, relatou uma comerciante. De acordo com ela é perceptível que os fiscais e guardas estão receosos de expulsar os vendedores por medo de causar um conflito ainda maior. Outra moradora da cidade que vende roupas há 8 anos garante que essa é a primeira vez que ocorre uma situação como essa. “Na gestão de Euvaldo Rosa ninguém deixava entrar, só que esse ano Humberto Leite e Ailton Lago não estão fiscalizando, mas deixando a cidade na mão”, desabafa dona Antônia.  Os barraqueiros estão organizando uma manifestação e afirmam que estarão hoje à tarde se reunindo na frente da Prefeitura Municipal. “O prefeito tinha que colocar pessoas com capacidade de retirar o povo de Feira de Santana daqui, a gente está sendo prejudicada nessa história, Humberto tem que encarar os feirantes da cidade”, colocou uma vendedora. (Voz da Bahia)