Share Button

O Globo

 Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira que deve acabar com o horário de verão. Segundo ele, o assunto já foi discutido com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e deve ser anunciado em breve. “A ideia nossa é que não tenha horário de verão neste ano. Está quase certo”, disse Bolsonaro em encontro com jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília. Este ano, a duração do horário especial foi mais curta do que nos anos anteriores: foi de 4 de novembro de 2018 a 16 de fevereiro. Historicamente, esse período começa no terceiro domingo de outubro, mas seu início em 2018 foi adiado por conta do segundo turno das eleições, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se não houvesse o adiamento, aumentaria a diferença de horário entre os estados do Sul e do Sudeste e os que já têm fuso diferente, atrapalhando a divulgação dos resultados das urnas. Em vigor desde 1931, a mudança de horário foi uma estratégia do governo para gerar economia de energia. Atualmente, cerca de 30 países do mundo adotam o horário de verão.