Ministro_Alexandrre_Padilha

Anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha | Foto: Divulgação

O país vai produzir mais 19 itens considerados estratégicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 15 equipamentos e quatro medicamentos, usados principalmente em tratamentos cardíacos e renais. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez o anúncio nesta quarta-feira (11), ao participar do 6º. Encontro do Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde (Gecis), afirmando ainda que a redução dos gastos com importação pode chegar a 25%, a depender do produto. A expectativa é de que, em cinco anos, a produção dos itens, que também atendem às áreas oftalmológica, oncológica, de transplante e diagnóstico e monitoração, economize R$ 5,5 bilhões aos cofres públicos. As 15 novas parcerias para desenvolvimento produtivo (PDPs) envolvem sete laboratórios públicos e oito privados e ajudam a consolidar a “segurança sanitária” no país, ao garantir o acesso de pacientes que precisam de tais medicamentos. Entre os equipamentos que fazem parte da parceria estão dois para hemodiálise, assim como marcapassos, eletrodos, stents coronários e arteriais, desfibriladores e cateteres. Com informações da Agência Brasil.