Foto: Lay Amorim

Uma idosa e o genro foram mortos a tiros na manhã desta segunda-feira (12) em Brumado, no sudoeste baiano, segundo a delegacia local. Lucidalva Ramos Pires, 68 anos, e José de Souza Reis, 49 anos, foram mortos a tiros. José foi morto por um familiar que suspeitou que ele pudesse ter participação na morte da sogra, de acordo com a polícia. Segundo a polícia, Lucidalva foi assassinada por volta das 3h40 da madrugada na rua Manoel Araguaia, no bairro de Baraúnas. Ela morava no bairro na região do local do crime. Vizinhos ouviram tiros, mas o corpo só foi encontrado por volta de 5h, quando a polícia foi chamada. Familiares contaram à polícia que Lucidalva costumava sair de casa à noite e até de madrugada para catar latinhas. Ela foi baleada duas vezes nas costas e morreu na rua. 

A polícia ainda estava no local do crime fazendo o levantamento cadavérico quando soube de outro crime, no mesmo bairro. Ao chegar no local deste segundo homicídio, na rua José Alvinho Machado, souberam que a vítima se tratava do genro de Lucidalva. Segundo testemunhas, um sobrinho dela, desconfiado que José poderia ter ligação com a morte da idosa, o atacou, atirando em sua cabeça. Familiares já começaram a ser ouvidos. Segundo a polícia, todos negam que o genro possa ter qualquer relação com a morte da idosa, que era catadora de de materiais recicláveis. O sobrinho de Lucidalva que matou José está foragido. A polícia ainda não tem pistas do que motivou a morte da idosa, nem suspeitos. (Brumado Notícias/Correio)