Trabalhadores cadastrados na operação pipa de combate à seca no município de Brumado realizaram protesto nesta sexta-feira (16), em frente à subestação de tratamento da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), à margem do anel viário da BR-030. Os motoristas dos carros-pipa dizem que o órgão não tem liberado a água que seria encaminhada às comunidades que lutam contra a estiagem. Segundo informações do site Brumado Notícias, o Exército oferece a liberação de até quatro carros-pipa por dia, mas só há água suficiente para cada caminhão fazer duas viagens. Alguns pipeiros contam que precisar chegar ao local durante a madrugada para conseguir água. Nesta sexta, a Embasa suspendeu o fornecimento por volta das 8h. Mais cedo, às 6h, três caminhões-pipa foram usados para combater um incêndio no município.