Share Button

Por G1

Foto: Reprodução/TV Globo

O Instituto Butantan liberou na manhã desta segunda-feira (30) mais 10 milhões de doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde e informou que não conseguirá finalizar o envio das 100 milhões de doses previstas em contrato até terça (31), conforme planejado. Com a entrega desse novo lote ao governo federal, o Butantan completa o repasse de 92,8 milhões de doses. As vacinas enviadas nesta manhã fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de imunizantes. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. Em coletiva de imprensa o diretor do Instituto, Dimas Covas, admitiu que a conclusão do envio foi adiada e não informou qual a nova data prevista. “Nós estamos reprogramando as entregas em virtude de dois fatos. O primeiro fato foi a própria manifestação do Ministério [da Saúde], que excluiu a vacina como sendo a vacina para a terceira dose. Então, isso muda um pouco a programação. Nós estamos reprogramando porque nós temos outros contratos a serem atendidos, outros estados, outros países, então nós estamos reprogramando, não vamos realizar as entregas das 54 milhões”, disse Dimas Covas.