xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.QUdQ3nbVQt

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Um projeto aprovado pela Câmara dos Deputados nesta terça-feira (8) libera a venda de inibidores de apetite. Assim, fica sustada a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proibiu, em 2011, a produção e o comércio desses produtos. A Resolução 52/11, da agência, proíbe a venda de inibidores usados no tratamento da obesidade como anfepramona, femproporex e mazindol e cria restrições severas à sibutramina. Na época, a Anvisa argumentou que não foram apresentados estudos clínicos que comprovassem a eficácia desses inibidores. Segundo o autor da proposta que autoriza a venda dos produtos, Beto Albuquerque (PSB-RS), a determinação da Anvisa causou insatisfação entre a classe médica, o que ocasionou retrocesso ao tratamento dos obesos no país. “Tiraram a caneta do médico para definir o tipo de tratamento adequado e defendeu a aprovação. A sustação [da resolução] que estamos fazendo aqui é temporária e vai obrigar a um debate técnico sobre a questão”, disse. O texto segue agora para o Senado. Informações da Agência Brasil.