Nas costas, o cantor carrega um equipamento de dedetização adaptado para divulgar suas músicas | Foto: Guilherme Silva

Os trios elétricos dominam os principais trajetos Carnaval de Salvador, mas tem gente que consegue se destacar fazendo muito menos barulho. Há cerca de quatro anos, Anderson Costa passeia pelos circuitos Dodô e Osmar carregando caixas de som nas costas e cantando suas músicas em ritmo de arrocha. Carregando em uma placa o slogan ‘Ao vivo é mais gostoso’, ele aproveita os espaços entre os trios para puxar seu microfone, ligar as caixas de som e fazer o público do carnaval dançar enquanto esperam o próximo bloco. Segundo Anderson, a ideia surgiu quando ele trabalhava como dedetizador. Ele aproveitou o equipamento que costumava carregar nas costas e o adaptou, colocando caixas de som e sua música no lugar dos venenos. “O equipamento todo pesa uns 36 quilos”, alega o artista. Anderson já canta há 10 anos e tem uma rotina intensa durante o carnaval: “Hoje (domingo) fico aqui de tarde no Campo Grande e de noite ainda vou pra Barra”. Ele também alega que chega a ficar cerca de 12h carregando sua engenhoca durante os dias de Carnaval. Autor de 3 CD’s e 2 DVD’s , o cantor aproveita que está cantando para uma parte do imenso público do Carnaval soteropolitano para vender seus produtos. Por apenas R$3, o folião pode, além de aproveitar os trios elétricos, levar pra casa o arrocha de Anderson costa. Informações do Correio24h.