Foto: Orleans Hub

Mesmo estando em hospitais diferentes, eles foram colocados juntos momentos antes da morte | Foto: Orleans Hub

Em uma história típica de filmes, um casal de idosos morreu de mãos dadas em Nova York, nos Estados Unidos. Ed Hale, de 83 anos, havia prometido à mulher, Floreen Hale, que nunca a deixaria. Mesmo estando em hospitais diferentes, eles foram colocados juntos momentos antes da morte. Ambos foram internados em janeiro em estado grave. Ed tinha um problema na perna e foi levado primeiro; poucos dias depois Floreen foi internada com graves problemas cardíacos. Inconformado com a distância, ele implorou para a filha, Renne, que o coloca-se em contato com a mulher. “Ele disse ‘preciso ver sua mãe, preciso falar com sua mãe. Estou morrendo, eu preciso vê-la’. Foi o pior dia da minha vida”, conta Renee. Com uma pequena melhora em seu quadro, Ed foi transferido para o hospital no qual estava Floreen e colocado em uma cama ao lado dela. Os dois trocaram juras de amor e, poucos momentos depois, ela morreu. Ed não deixou a esposa e, de mãos dadas com ela, morreu 36 horas depois com piora grave em seu quadro. Os dois se conheceram em 1952, em uma festa no bairro em que morava em Nova York. A história revelada pelo New York Daily News em sua edição desta sexta-feira (21) aconteceu na última semana. O casal foi enterrado junto no dia 13 de fevereiro. (Yahoo Notícias)