santaluz3

Paciente suspeito mora na zona rural do município | Foto: Júnior Imix

Um possível caso da febre Chikungunya está sendo investigado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Santaluz. De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SMS, Gislaine Mota Góis, na semana passada um morador da região do povoado de Mucambinho, que não teve sua identidade divulgada, foi diagnosticado com suspeita da doença. A notificação ocorreu após o paciente, um homem de 54 anos, ter procurado o Hospital Municipal de Santaluz, quando o médico de plantão ouviu as queixas do paciente, que reclamava de dores articulares e febre há mais de três dias, e solicitou exames laboratoriais.

De acordo com Gislaine, amostras de sangue do paciente foram enviadas para o Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Moniz (LACEN-BA), em Salvador, e encaminhadas para uma unidade especializada em Belém-PA. A expectativa é de que o diagnóstico da febre seja descartado, já que o paciente suspeito tem histórico de artrose – distúrbio de caráter inflamatório e degenerativo que também provoca dores nas articulações  – há mais de cinco anos.

Em nota, a SMS informou que o paciente está sendo monitorado e recebendo acompanhamento da equipe do PSF do povoado de Barreirinho. Por precaução, agentes de endemias realizaram a ação de bloqueio na casa do paciente, onde não foi encontrado nenhum foco dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, transmissores da doença.

“O paciente procurou o hospital municipal na sexta-feira, 3 de outubro, reclamando que estava sentindo fortes dores articulares e febre, desde o dia 30 de setembro. O médico plantonista diagnosticou o caso como suspeita de febre Chikungunya, pois o paciente apresentava a mesma sintomatologia da doença, embora ele já tenha histórico de artrose, que também provoca dores nas articulações. Após o diagnóstico, mobilizamos equipes da SMS e iniciamos imediatamente o acompanhamento do caso, que já está sendo investigado”, disse a secretaria de Saúde, Ana Ofélia.

Sobre a doença

A Febre Chikungunya é causada por um vírus do gênero Alphavirus, transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes Aegypti (transmissor da dengue) e o Aedes Albopictus os principais vetores. Os sintomas são os mesmos da dengue – febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e vermelhidão na pele – costumam durar de três a 10 dias. A SMS alerta que pessoas com esses sintomas devem procurar atendimento nos postos da atenção básica da rede municipal.

Casos em que as pessoas contaminadas vão a óbito, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde, são raros e menos frequentes que nos casos de dengue.

Redação Notícias de Santaluz