Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.FIOtItRe-m

Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias

O Secretario da Indústria, Comercio e Mineração, James Correia, falou que realmente a Cesta do Povo e a Ebal (Ceasas) passarão a ser duas empresas independentes. O objetivo é possibilitar que a Cesta do Povo busque parceiros privados para investir na modernização e ampliação do seu mix, hoje restrito a alimentos e bebidas. Segundo estudos realizados pela Consultoria PricewaterhouseCoopers, a Cesta do Povo necessita de investimentos de cerca de RS$ 200 milhões para se manter competitiva. “O governo não tem recursos para investir, mas a Cesta do Povo tem atrativos para investidores privados. Projetamos potencial para dobrar o faturamento e superar RS$ 1 bilhão e aumentarmos o número de funcionários”, disse Correia.