Deputado estadual Angelo Coronel (PSD) é o autor da denúncia

O chefe de sessão do Tribunal Regional Eleitoral, responsável por analisar e dar o parecer técnico da prestação de contas dos partidos políticos, é alvo de denúncia feita pelo Partido Social Democrático (PSD) ao Ministério Público Federal na Bahia. A negociação seria para liberar as contas das eleições de 2012. 

Segundo o deputado estadual Angelo Coronel, tesoureiro do partido no estado, ele foi procurado por um funcionário do TRE, que teria pedido R$ 30 mil para facilitar a aprovação de contas da legenda. “Ele iria fazer um parecer favorável, iria enviar para os juízes, o relator, no caso, de cada época, e aí, mediante o parecer já favorável, seria um meio caminho andado para que as contas não sofressem problemas de rejeição e sim aprovação”, afirma o parlamentar.

A denúncia já chegou ao MPF e, nos próximos dias, deve ser entregue à Divisão de Combate à Corrupção (DICCOR) para então ser escolhido o procurador que irá tratar do assunto. Em nota, o TRE informou que não recebeu comunicação formal da denúncia e que, quando receber, vai apurar devidamente o caso. O TRE informou ainda que a notícia causou surpresa, porque o servidor mantinha um padrão de excelência e credibilidade junto à Justiça Eleitoral. (G1/BA)