Uma cobra da espécie Sucuri, medindo 3m e pesando 14,5kg, foi encontrada na manhã desta segunda-feira (29), em Vilas do Atlântico. Através de uma denúncia, a Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos (Semarh), junto com pesquisadores da Herpetofauna do Litoral Norte da Bahia (HLNB) – grupo de pesquisadores de répteis e anfíbios em Restinga -, realizaram a captura do animal, a biometria, a marcação e posteriormente, a soltura na barragem localizada no bairro do Jambeiro.

A bióloga e diretora do Departamento de Gestão Ambiental (DGA) da Semarh, Juliana Queiroz, explicou como a cobra foi parar no local. “Este animal tem hábitos semiaquáticos, vive normalmente em áreas alagadas, próximas a rios e riachos e, com as chuvas das últimas semanas, ela pode ter encontrado facilidade em sair da calha do Rio Sapato, ou até mesmo ter vindo pelo Rio Joanes até as proximidades da praia de Vilas”, afirma Juliana Queiroz.
Ainda segundo Juliana, essa espécie não possui veneno. Apesar do seu tamanho, elas se alimentam principalmente de aves e pequenos mamíferos.  “Estamos às vésperas da época reprodutiva destes animais, assim os mesmos ficam mais ativos procurando por parceiros. Sua época de acasalamento vai até o final de setembro”, explica a bióloga. (Bocão News/Foto: divulgação / Decom – Lauro de Freitas)