Foto: Reprodução

Com 46 casos e nove mortes este ano, a H1N1 tem deixado em alerta os serviços de saúde da Bahia. O número representa um aumento de 62% entre janeiro e o agosto de 2013, comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo a Vigilância Epidemiológica  há um surto da gripe no estado. As baixas temperaturas do mês de agosto deixam a população mais vulnerável à doença e é importante ficar atento aos sintomas.

O último caso foi na cidade de Juazeiro, na região norte, em que um homem morreu. “Eu diria que nós vivemos um período de surto em relação à doença. Eu comparo com o ano passado, nós não tivemos registro de óbito e somente 16 casos de H1N1. Agora se configura como um momento de surto”, diz o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Juarez Dias. A campanha de vacinação no primeiro semestre vacinou mais de 1,9 milhão de pessoas, atingindo a meta de imunização da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).