Datafolha aponta que dupla Eduardo Campos e Marina Silva só faz sentido se ela for candidata à presidência

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (12) pelo jornal “Folha de S.Paulo” indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) teria 42% das intenções de voto e venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje e ela tivesse como adversários o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Nesse cenário, segundo informou o jornal, Aécio teria 21% e Campos, 15%. Votos em branco ou nulos seriam a opção de 16%, e outros 7% responderam que não saberiam em quem votar.

A mais importante conclusão da nova pesquisa Datafolha é algo que já se sabia antes dela: a dupla Eduardo Campos e Marina Silva só faz sentido se ela for candidata à presidência e ele for qualquer outra coisa.

Em dois cenários com Dilma tendo como adversária a ex-senadora Marina Silva (PSB), Dilma aparece na frente, mas não venceria no primeiro turno. Ela somaria 39% das intenções de voto contra Marina (29%) e Aécio (17%); e 37% contra Marina (28%) e Serra (20%). Brancos e nulos seriam 10%, e 10%, respectivamente; não sabem, 5%, e 5%.

Com Marina no topo da chapa do PSB, como era amplamente sabido e o Datafolha confirma, o cenário fica mais indefinido. Primeiro, pode haver segundo turno. Depois, se realmente o houver, Marina iria para a grande final com muito mais chances do que Serra em 2010.

O Datafolha entrevistou 2.517 eleitores em 154 municípios nesta sexta-feira (11), com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Redação Notícias de Santaluz | Com informações do Datafolha