G1 BA
operacao_walking_dead

Quadrilha usava documentos falsos para golpes | Foto: Divulgação/Polícia Federal

Uma operação deflagrada nesta quinta-feira (18), entre a Polícia Federal em Juazeiro, norte da Bahia, e o Ministério da Previdência Social desarticulou um grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários na região do município baiano de Jacobina. De acordo com estimativa fornecida pelo Ministério da Previdência, o prejuízo ultrapassa os R$ 700 mil. Segundo as investigações, foram concedidas diversas pensões por morte em que os instituidores dos benefícios, que supostamente estariam falecidos, na realidade vivos. De acordo com a PF, a fraude era possível a partir da apresentação de documentos falsos ao INSS, a exemplo de certidões de óbito, certidões de casamento e folhas de pagamento. A operação da PF foi batizada de Walking Dead. Nesta quinta-feira são cumpridos seis mandados de busca e apreensão nos municípios baianos de Jacobina, Ourolândia e Umburanas. Segundo a PF, nove pessoas foram interrogadas e serão indiciadas pela prática dos crimes de estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documento público.