Romário dispara contra a Conmebol: “mais corrupta que Fifa e CBF”Maradona, Romário, Careca, Chilavert e até o irmão de Hugo Chávez, ex-presidente da Venezuela, foram algumas das personalidades convocadas por Andrés Sanchez para uma reunião nesta quarta-feira, no auditório do Parque São Jorge, com a seguinte pauta: a insatisfação com a Conmebol.

Os convidados se reuniram na manhã desta quarta-feira e começaram a debater sobre o futuro do futebol sul-americano, principalmente do modo como a entidade vem administrando o esporte no continente. A insatisfação foi notada pela fala de Romário, logo quando ele chegou ao local.

“Temos que colocar tudo às claras. Aqueles que devem têm que pagar. Está na hora de acabar com essa roubalheira. Tenho certeza que a minha participação é muito mais envolvida por eu ser ex-jogador e um cara que quer ver as coisas acontecendo honestamente no futebol”, desabafou.

Além dos ídolos já citados, participaram do encontro do ex-mandatário alvinegro – ainda envolvido com o clube por conta da Arena São Paulo – representantes de 20 clubes sul-americanos, dentre eles do Corinthians, Santos, Botafogo, Peñarol (Uruguai) e LDU (Equador).

No entanto, foi só os rumos do futebol sul-americano o assunto da reunião. “É o principal, mas acho que temos outros assuntos também. Tem muita coisa pra discutir”, explicou o diretor de futebol do Timão, Roberto de Andrade. Após o encontro, fechado à imprensa, alguns convidados deverão dar maiores esclarecimentos sobre o que foi debatido no encontro. (Super Esportes)