Com informações do Estadão
fim-de-sgp-da-europa-para-o-br1

Foto: Divulgação

A satisfação dos consumidores com a situação econômica do Brasil nunca esteve tão baixa, desde 2005, quando a Fundação Getúlio Vargas (FGV) começou a medir esta questão. A Sondagem do Consumidor mostra que o índice caiu 12,1% em novembro, na comparação com outubro. Ele ficou em 53 pontos, o menor em nove anos de pesquisa mensal. O total de consumidores que avaliam a economia como boa diminuiu de 10,7% em outubro para 9% em novembro. Aqueles que a consideram ruim aumentou de 50,4% para 56% no mesmo período. Além disso, a FGV mede o otimismo do consumidor para a situação da economia nos próximos seis meses. Esse índice também recuou de 12%. Foi para 84,5 pontos, o menor patamar desde dezembro de 2008. De acordo com a Fundação, 22,2% dos consumidores consultados em novembro acham que esta situação vai melhorar nos próximos meses. Esse total era maior em outubro: 23,8%, portanto também caiu este mês. Entre aqueles que acreditam na piora da situação econômica estão 37,7% dos consumidores, contra 27,8% do mês passado.