Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.nIt4iSwOOG

Destaque do indicador vai para o setor do comércio

À medida que a economia do país expande, o consumo de energia elétrica segue o ritmo. Isso significa que, nos últimos 12 meses compreendidos entre outubro de 2013 e setembro de 2014, houve aumento de 2,9% no consumo. O destaque do indicador vai para o setor de comércio, que contabilizou aumento de 7,3% no gaste energético. O único segmento que não segue o fluxo é a indústrua, que apresentou retração no consumo de 1,7%. O país consumiu 458.459 Gigawatts-hora (Gwh), em 2013, e 471.751 GWh em 2014, um aumento de 13.292 GWh. O maior crescimento neste período coube à Região Norte, com 8,7%. O Nordeste a penúltima região ao gaste de energia, com aumento de 1,9%. O último a apresentar este crescimento foi o Sudeste, cujo segmento industrial registrou uma queda expressiva no consumo energético, de 3,4%, em 12 meses. Isso levou a região, que passsa por séria crise hídrica, a aumentar somente 1,3% do consumo energético nacional. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (30) na Resenha Mensal de Energia Elétrica, publicada pela Empresa de Pesquisa Energética.