PrefeitoIto

O Tribunal de Contas dos Municípios opinou pela rejeição das contas da Prefeitura Municipal de Nordestina, relativas ao exercício financeiro de 2012. O TCM rejeitou as contas e o prefeito Wilson Araújo Matos, foi obrigado a ressarcir aos cofres públicos com seus recursos pessoais, a importância de R$1.141,58 (hum mil, cento e quarenta e um reais e cinquenta e oito centavos). Pela primeira vez desde 1990 quando o TCM passou a analisar as contas dos gestores de todos os municípios baianos, Nordestina teve suas contas reprovadas. O prefeito Wilson Matos que governa o município pela quarta vez, dependerá da aprovação das contas na Câmara de Vereadores para não ficar inelegível. (Portaldenoticias)