Share Button
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Senador pela Bahia e presidente da CPMI das Fake News, Angelo Coronel (PSD) declarou que nos últimos dias o governo de Jair Bolsonaro tinha “entrado firme” para tentar acabar com a investigação. “O governo entrou firme para tentar mudar a opinião de vários senadores”, afirmou ele segundo o site Antagonista. “A cada dia a gente vê essas ações de membros do governo e isso nos deixa com mais ânimo de continuar, com mais evidência e eficácia, essas investigações”, completou. Coronel deu as declarações após o deputado federal Eduardo Bolsonaro ameaçar ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o colegiado. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), estendeu o prazo da CPMI. Em razão da pandemia do novo coronavírus, a CPMI das Fake News só terá o prazo contado a partir do retorno dos trabalhos presenciais.