Share Button
a0475917-5d44-4bee-8902-f3a91a2cde20-2834-0000072bc11bf21a_tmp

@DR

A Odebrecht comprou em 2010 um imóvel em São Paulo para a construção de uma nova sede do Instituto Lula. Pelo menos é o que disseram três delatores da empreiteira na semana passada: Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo; Alexandrino Alencar, ex-diretor de relações institucionais; e Paulo Melo, ex-diretor-superintendente da Odebrecht Realizações Imobiliárias. De acordo com a Folha de S.Paulo, o imóvel fica na Rua Dr. Haberbeck Brandão, nº 178 e é o centro da denúncia contra o ex-presidente. Lula é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, e agora é réu em cinco ações penais. Os delatores afirmaram, ainda segundo a Folha, que o objetivo era comprar o imóvel e passar a construção para outras empresas. Entretanto, o trio disse que Lula não gostou do local e o projeto acabou não evoluindo. Mas mesmo isso não saindo do papel, Moro aceitou a denúncia.