O fugitivo quebrou um vaso de pimenta e transformou em uma arma

Doutora Rosângela Batista Silva, delegada de Policia Civil de Retirolândia, convocou a imprensa para apresentar a “arma” usada por um detento para ameaçar o carcereiro e contou nova versão do caso que resultou na fuga do preso Esdras Lima de Oliveira, natural de Conceição do Coité, preso acusado de trafico de drogas no mês de julho deste ano (2013) durante os festejos de São Pedro, quando foi encontrado com 14 papelotes de cocaína e uma trouxa de maconha.

As primeiras informações foram que um homem havia ajudado na fuga do detento, já a versão apresentada neste domingo (10), pela delegada, o próprio detento, usando o estilhaço de vidro, de um vaso de pimenta, teria conseguido inverter a posição dele com o carcereiro. A delegada agora investiga como esse vidro chegou até o detento, já que não é permitido a entrada de objetos que improvisado possa ser utilizado como arma, a exemplo de vidro.

Um dos presos contou que durante a semana enquanto o carcereiro saiu, alguém jogou pela grade que fica na lateral da delegacia um pano que caiu a alguns metros das celas, Esdras teria usado um rodo para puxar o pano e o vaso de pimenta estava enrolado.

Da redação CN / fotos: Raimundo Mascarenhas