WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Max Santa Luzia


Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

Parabéns, Santaluz!

DEPOIS DE MÉDICOS, DILMA ESTUDA IMPORTAR ENGENHEIROS

Por prefeitos, Dilma estuda importar engenheiros
A presidente Dilma Rousseff já está estudando um modo de facilitar a vinda de engenheiros estrangeiros para trabalhar no Brasil, assim como fez com profissionais da área da saúde, no Programa Mais Médicos. Alguns ministros do chamado “núcleo duro” do governo estão tentando provar para a petista que a medida ajudaria a solucionar um dos problemas que atravancam o andamento de obras e o repasse de verba federal para municípios. Hoje, faltam nas prefeituras especialistas dispostos a trabalhar na elaboração de projetos básico e executivo, fundamentais para que a cidade possa receber recursos da União. As travas no repasse de dinheiro já foram identificadas por Dilma como um dos obstáculos para que o Executivo consiga impulsionar o crescimento econômico e acelerar obras de infraestrutura – dois gargalos que poderão custar caro para a candidatura à reeleição. O governo já investe hoje no estágio e na especialização de engenheiros brasileiros no exterior com o Ciência Sem Fronteiras, programa comandado pelos ministérios da Ciência e Tecnologia e da Educação. Mas a ideia estudada no Palácio do Planalto é ir além, aproveitando os profissionais de fora já prontos, para que tragam expertise e preencham lacunas em regiões hoje desprezadas pelos brasileiros. A proposta inicial é importar especialmente mão de obra de nações que enfrentam crise econômica e têm idiomas afins, como Portugal e Espanha. Para o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, a falta de engenheiros é apenas uma das dificuldades para que os municípios recebam investimentos federais. “Além da dificuldade em formar um quadro com engenheiro civil, mecânico e agrônomo, a demora na liberação de licença ambiental e a dificuldade para comprovar a propriedade de um terreno também atrapalham muito”, avalia Ziulkoski. (BN)

1 resposta para “DEPOIS DE MÉDICOS, DILMA ESTUDA IMPORTAR ENGENHEIROS”

  • VEJA O PROGRAMA MAIS ENGENHEIROS disse:

    PROGRAMA MAIS ENGENHEIROS:

    1-Abrir 10mil vagas para engenheiros pagando metade do piso (afinal o piso desses engenheiros mercenários é um absurdo!)

    2-Importar 6 mil engenheiros cubanos já que engenheiro brasileiro é tudo playboy, só quer trabalhar no financeiro ou ser burocrata

    3-Engenharia terá agora 2 anos a mais na graduação onde prestarão serviço civil obrigatório construindo casas e aparelhos eletrodomésticos de graça para o povo sob pena de perder o diploma

    4-Haverá o programa PROVE (programa de valorização dos engenheiros), semelhante ao PROVAB dos médicos onde os engenheiros terão que trabalhar durante mais 2 anos no interior da amazônia construindo asfalto sob pena de perderem o título de especialista (bolsa de 1/3 do piso de engenheiro)

    5-Criar 80mil vagas de graduação para saturar bem o mercado, assim eles vão parar de se negar a trabalhar por 1/10 do piso (engenheiros mercenários, playboys, gananciosos)!

    6-Comprar a imprensa para demonizar esses engenheiros corporativistas

    7-Obrigar a trabalhar 1 ano para o governo (bolsa 1/6 do piso de engenheiro) depois que o mesmo fizer a especialização.

    LEMBREM: ENGENHEIRO BRASILEIRO É TUDO CORPORATIVISTA, MERCENÁRIO, PLAYBOY, SEM VERGONHA, GANANCIOSO, MAS SE ACHAM DEUSES!!! NÃO MERECEM DIREITOS TRABALHISTAS, APENAS BOLSAS POIS SÃO DE UMA CLASSE INFERIOR ÀS DOMÉSTICAS ASSIM COMO OS MÉDICOS. POR ISSO ENGENHEIROS E MÉDICOS PRECISAM SIM TRABALHAR NO TOTAL 5 ANOS PARA O POVO (6 PARA QUEM FOR OBRIGADO A SERVIR O EXÉRCITO), NÃO SE FORMARAM ÀS NOSSAS CUSTAS PELOS IMPOSTOS, ENTÃO?! DA LE DILMA!!!

    QUE VENHAM OS ENGENHEIROS CUBANOS!!!

    E EM BREVE O PROGRAMA MAIS ENFERMEIROS, MAIS TÉCNICOS, MAIS PROFESSORES, MAIS DENTISTAS (NÃO ESTÁ FALTANDO TAMBÉM?)

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia