dententas

Francesa presa por tráfico internacional foi uma das mais aplaudidas | Foto: Reprodução

Detentas participaram de um desfile de moda dentro do Conjunto Penal Feminino, nesta sexta-feira (14), em Salvador. Mulheres que respondem, em sua grande maioria, por crimes relacionados ao tráfico de drogas, e viram no evento, chamado “Liberty Fashion Week”, uma ajuda no resgate da autoestima. De acordo com Luz Marina, diretora da unidade, o local abriga 195 mulheres, com idades entre 18 e 30 anos. Desse total, 124 ingressaram por envolvimento com esse tipo de crime. “A sociedade civil não dá oportunidade ao ex-presidiário. Então, vão viver na informalidade”, avalia a gestora sobre os entraves para a ressocialização das detentas. A francesa Sonia Chajri, 23 anos, foi uma das mais aplaudidas no desfile. Há sete meses, ela está presa na unidade após ser flagrada com “muita” cocaína, segundo o seu relato. Por isso, responde por tráfico internacional de droga. Após lançar beijos e sorrisos para a plateia, Sonia lembra os dias difíceis no presídio. “Primeira vez que eu cheguei aqui foi muito, muito, muito difícil. Dinheiro nenhum paga a saudade de sua família, a saudade das pessoas que te amam e que você ama”, conta para a reportagem. Informações do G1.