Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

Que a diferença salarial entre homens e mulheres persiste não é novidade. Mas depois de sete anos de quedas consecutivas, em 2019, essa diferença voltou a crescer. O aumento foi de 9,2% em relação a 2018. Segundo a Agência Brasil, em 2011, homens com ensino superior ganhavam, em média, R$ 3.058. Já as mulheres com o mesmo nível de formação ganhavam, em média, R$ 1.865, o que representa uma diferença de salário de 63,98%. Então, em 2012, essa diferença começou a cair até que em 2018 passou a ser de 44,7%. Naquele ano, os homens ganhavam, em média, R$ 3.752, e as mulheres, R$ 2.593. De acordo com a publicação, os dados foram compilados para a agência pela plataforma de bolsas e vagas para o ensino superior, “Quero Bolsa”. Os dados foram extraídos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).