Dilma confirma troca de ministros de olho na eleição | Foto: UOL

A presidente Dilma Rousseff (PT), que até então evitava tocar no assunto, confirmou nesta segunda-feira (11) que fará uma reforma ministerial, apesar de não antecipar a data da troca de comando das pastas. Durante visita a Lima, no Peru, ela declarou que alguns membros da equipe devem deixar o governo federal para se candidatar em 2014. “É muito possível [que ministros deixem o governo para iniciar a campanha]. Vou fazer substituições. Agora já dei a notícia”, disse a presidente. De acordo com a Folha de São Paulo, entre os que vão deixar a Esplanada estão: o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo de São Paulo e o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, pré-candidato do PT ao governo de Minas Gerais. Outros ministros também devem deixar os cargos e se calcula que até 12 sejam trocados. Apesar da presidente não antecipar nomes, existe a possibilidade de secretários-executivos sejam promovidos para assumir as pastas. (BN)