IMG-20140506-WA0017

Soldado Rubem Ramos, diretor da regional da Aspra em Serrinha, ao lado do deputado federal Mendonça Prado

Representantes da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), entre eles, o soldado Rubem Ramos, diretor da regional em Serrinha, se reuniram nesta terça-feira (6), em Brasília, com o deputado federal Mendonça Prado (DEM/SE). De acordo com interlocutores da Aspra, o objetivo do encontro foi tratar da situação do vereador e líder das últimas três greves da Polícia Militar na Bahia (PM-BA), Marco Prisco, que está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, desde o dia 18 de abril, em razão de ação penal à qual responde sobre a greve da PM de 2012. A defesa argumenta que a prisão é ilegal. O grupo, que realizou outros compromissos em Brasília, também se reuniu com o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Ainda de acordo com interlocutores da Aspra, os encontros foram proveitosos e algumas novidades deverão surgir ainda nesta quarta-feira (7).

IMG-20140506-WA0016

Representantes da Aspra também se reuniram com o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) 

ESTADO DE SAÚDE DE PRISCO PREOCUPA

No sábado (3), após queixar-se de fortes dores no peito, Prisco foi atendido pela Unidade de Pronto Atendimento de São Sebastião e, logo em seguida, encaminhado para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), de onde foi transferido para o Hospital de Base da capital federal, onde está internado desde a manhã de domingo (4). Em nota oficial divulgada na manhã desta segunda-feira (5), a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que o estado de saúde dele é considerado estável.