DSC_0565

Foto: Notícias de Santaluz

A seleção de Santaluz saiu do jogo contra Conceição do Coité, na tarde deste domingo (31), insatisfeita com o resultado de 0 a 0, diante da sua torcida e, mais ainda, com a atuação do árbitro Anilton Cerqueira Ribeiro, da cidade de Ipirá. Segundo o presidente da Liga Desportiva Luzense, Jean Carlos, o Chiquinho, a forma com que o ipiraense conduziu a partida deixou o time e a torcida irritados. “Sem querer tirar os méritos de Coité, que tem um time muito bom, mas a péssima arbitragem influenciou no resultado da partida e foi determinante para que Santaluz não tenha saído com a vitória”, avaliou.

10599309_549147675212909_2572811351426982064_n

Entrada violenta de Elvis em Tobinha | Foto: Val Silva Guedes/SupapoEsporte

O lance mais polêmico do jogo foi uma falta cometida por Elvis, zagueiro de Conceição do Coité, sobre Tobinha. O atacante da seleção luzense, que tinha acabado de entrar no jogo, levou uma entrada criminosa do adversário. O árbitro assinalou a falta e, após ser pressionado pelos jogadores de Santaluz, deu apenas o cartão amarelo para o zagueiro coiteense. “O zagueiro foi malvado no lance, ele não visou a bola e acabou dando uma voadora com o pé na altura do rosto de Tobinha. É o tipo de lance que tira o nosso jogador de campo e complica na sequência da competição, mas, graças à Deus, ele está bem. É inadmissível que o árbitro aceite esse tipo de atitude, sem contar outros lances em que ele prejudicou as duas equipes”, desabafou Chiquinho.

O cartola luzense afirmou que a LDL entrará com representação para que o árbitro não apite mais partidas da seleção de Santaluz no Intermunicipal. “As imagens estão ai para todos verem, sem contar a falta absurda de critérios dele, logo num clássico tão importante, para ambas as equipes. Já estamos estabelecendo contato com o Presidente da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia, Wilson Paim, e entraremos com representação na manhã desta terça-feira (2). Confio no trabalho da Federação Bahiana de Futebol e tenho certeza de que o departamento de arbitragem não será conivente com isso”, concluiu.

Redação Notícias de Santaluz