Share Button

Foto: Anderson Riedel/PR

A mudança adotada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última semana fez seu apoio nas redes sociais subir 28,7% para 50,6%. Neste período, ele assumiu um discurso favorável à vacinação e à retomada do auxílio emergencial. Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, parte considerável desse crescimento é atribuída a influenciadores e políticos de direita, que respondem por 43,6% das publicações sobre Bolsonaro. De forma geral, na opinião pública, o que inclui simpatizantes de direita e esquerda, mas exclui influenciadores, políticos e integrantes da imprensa, a aprovação do presidente é de 34%. Sem esses simpatizantes, o apoio cai para 17,6%. De acordo com a publicação, os números são de um levantamento da .MAP, uma agência de análise de inteligência em dados e mídias. O monitoramento diário foi feito com uma base de 1,4 milhão de postagens.