Em capa dedicada ao Brasil, The Economist pergunta se país ‘estragou tudo’

Com críticas fervorosas ao tranco sofrido pela economia brasileira nos últimos anos, a edição de outubro da revista norte-americana The Economist traz, na capa, um questionamento pessimista sobre o assunto: “O Brasil estragou tudo?”. A frase faz referência à comparação entre dois momentos bem distintos do país. Em 2009, a mesma publicação divulgou uma imagem na qual o Cristo Redentor, prestes a levantar voo, representava a realidade da época. Já o exemplar deste mês, publicado nesta quinta-feira (26), mostra o mesmo monumento em trajetória de queda. Na reportagem, de 14 páginas, a revista destaca o “medíocre” crescimento de 0,9% registrado em 2012 e as manifestações realizadas entre junho e julho por melhorias nos serviços públicos.