Em jogo sem emoções, Bahia vence Portuguesa no Canindé pela Sul-Americana

Após quatro jogos, o Bahia volta a conquistar uma vitória. E suada. Aos 45 minutos do segundo tempo, Obina testou para o fundo da rede e ajudou o Tricolor a derrotar a Portuguesa por 2 a 1, nesta quinta-feira, em um vazio Canindé – com somente 1.178 pessoas -, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Wallyson havia aberto o placar para os visitantes, e Carlos Alberto empatou, no início do segundo tempo.

“Sabemos que marcar gol fora de casa é bom. Ainda mais dois com vitória. O mais importante é saber que nossa equipe está unida”, disse Obina.

As equipes voltam a duelar na próxima quarta-feira, na Arena Fonte Nova. Em casa, o Bahia joga pelo empate ou uma derrota por até 1 a 0, e a Lusa precisa de uma vitória por pelo menos dois gols de diferença para avançar.

Antes do jogo de volta, porém, ambos têm compromissos pelo Brasileirão, prioridade declarada dos dois times. Na zona de rebaixamento do torneio nacional, a Portuguesa visita o campeão da Libertadores, Atlético-MG. Já o tricolor baiano, que está em décimo lugar, recebe o ameaçado Náutico – e, dependendo do resultado, pode acabar ajudando a Lusa.