Share Button

Por G1

Novo presidente da Câmara, Arthur Lira, concede entrevista | Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Novo presidente da Câmara, Arthur Lira, concede entrevista | Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) foi eleito nesta segunda-feira (1º) presidente da Câmara dos Deputados e ficará no comando da Casa pelos próximos dois anos, até 2023. Lira recebeu 302 votos, mais que o dobro do segundo colocado, Baleia Rossi (145 votos) e mais que a metade dos 505 votantes. Com isso, a vitória foi definida já no primeiro turno. Líder dos partidos do Centrão, que fazem parte da base do governo na Câmara, o deputado tinha o apoio do Palácio do Planalto. O resultado representa uma vitória política do presidente da República, Jair Bolsonaro, que trabalhava para ter um aliado no comando na Casa. Em seu 1º discurso após ser eleito presidente da Câmara, Lira defendeu um diálogo amplo e a independência do Legislativo. Destacou a importância da vacinação contra a Covid e o equilíbrio das contas públicas. “Temos que examinar como fortalecer nossa rede de proteção social. Temos que vacinar, vacinar, vacinar o nosso povo. Temos que buscar o equilíbrio das nossas contas públicas”, disse. Afirmou ainda que irá procurar o também recém-eleito presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para articular a votação de uma pauta emergencial. “Irei propor ao novo presidente do Senado uma ideia geral, que chamo de pauta emergencial para encaminharmos os temas urgentes.” Lira cumprimentou Rodrigo Maia e disse que “a história irá julgar” o legado do deputado do DEM como presidente da Câmara.