Rui-Costa

Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT) começou a fazer a “limpa” nos cargos comissionados da administração estadual. Conforme apontado pela coluna Satélite, do Correio24horas, 867 postos foram cortados segundo a edição de sábado (10) do Diário Oficial do Poder Executivo. A medida determinou extinções em 22 pastas, além dos gabinetes do governador e vice-governador, Casa Militar, Instituto Anísio Teixeira (IAT), Centro Industrial do Subaé (CIS) e Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), além de outros dois órgãos da cúpula do Palácio de Ondina: o gabinete do governador Rui Costa (PT) e a Secretaria de Educação (SEC). A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), com 246 cortes, seguida por Saúde, com 191, e Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), com 104, foram as pastas com mais cortes.