O médico cubano Isoel Goméz Molina, que foi afastado por alguns dias das atividades em um posto de saúde em Feira de Santana, por suspeita de receitar uma dose excessiva de remédio a uma criança, retornou ao trabalho na manhã desta segunda-feira (25). O médico foi recebido com alegria pelos moradores, que fizeram cartazes e desejaram boas-vindas no retorno dele ao trabalho. Antes da chegada do estrangeiro, os moradores fizeram uma oração. Eles se reuniram em frente ao posto de saúde do Conjunto Viveiros, onde organizaram recepção calorosa para o cubano. O especialista chegou a ser denunciado na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, mas a própria mãe da menina defendeu o médico, que foi avaliado por uma comissão formada por representantes do Ministério da Saúde, do Programa Mais Médicos e da Secretaria Municipal de Saúde. Os membros da comissão concluíram que não houve erro médico. Com informações do G1/Bahia.