Do G1 BA, com informações da TV Bahia
08e06e9e746265302

Direção do Clériston Andrade, em Feira, recebeu mais de dois mil casos | Foto: Reprodução/TV Bahia

A direção do Hospital Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, investiga o número excessivo de atestados de saúde apresentados por médicos, enfermeiros e técnicos. No total, são mais de dois mil documentos recebidos pela direção do hospital, sendo que só nos últimos três meses são 700 casos. Entre eles, tem casos em que o profissional de saúde apresentou a licença médica e foi flagrado em postagens em redes sociais em locais como praia, por exemplo, informa a diretoria. O HGCA tem quase dois mil funcionários, entre administrativos, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas, responsáveis diariamente por mais de 300 procedimentos de saúde. Por plantão, o hospital mantém equipe com mais de 60 especialistas. Destes, 20 são médicos. O que tem preocupado a diretoria é que muitos profissionais se ausentam dos plantões sob a alegação de problemas de saúde. Eles apresentam atestados médicos e deixam de comparecer ao trabalho, principalmente aos finais de semana e durante os períodos de festa.

Deixo o seu comentário

comentário(s)