Do Bahia Notícias
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.RC5IJ0MBw3

Foto: Reprodução / Secretária de Saúde de Feira de Santana

Em Feira de Santana, no centro norte do estado, onde se concentra a maioria dos casos de chikungunya no estado, o último levantamento da secretaria municipal de saúde aponta 274 confirmações, com 922 notificações de suspeita da doença. Os registros começaram a ser realizados em julho passado. Segundo a secretaria de saúde de Feira, os casos suspeitos estão concentrados na faixa etária de 35 a 49 anos com 268 (26,06%) registros, seguida da faixa etária 20 a 34 anos com 247 casos, e faixa etária 50 a 64 anos com 149 suspeitas. As mulheres foram as mais acometidas, com 606 (65,73%) dos registros, enquanto que os homens tiveram 316 (34,27%) suspeitas. O bairro de George Américo continua com o maior número de casos em todas as 63 localidades, com 407 (44,14%) notificações, seguido pelo bairro Campo Limpo com 161 (17,46%), Sítio Novo com 47 (5,09%), povoado Rio do Peixe (Distrito de Jaguara) com 31 (3,36%), Cidade Nova com 27 (2,92%), Sobradinho com 25 (2,71%), Pampalona com 16 (1,73%) notificações. Segundo a pasta da saúde local, educadores do município vão percorrer bairros da cidade para orientar a população sobre como evitar a proliferação de mosquitos Aedes aegypti (mesmo da dengue) e Aedes albopictus que transmitem a doença.