Aldo Matos/Acorda Cidade

Márcio alegou que informou a idade errada porque não sabia o número correto do Registro Geral (RG).

Um dos jovens acusados de matar durante um assalto a técnica de enfermagem Cirleide Oliveira Ribeiro, 35 anos, na noite de segunda- feira (7), é maior de idade.

Ao ser apreendido em flagrante, momento após o crime, Márcio Nunes de Souza, 19 anos, morador da rua Bertulina Carneiro, no bairro Campo Limpo, informou à polícia que era menor e foi encaminhado à Comunidade de Atendimento Sócioeducativo (Case) Juiz Melo Matos com o outro acusado.

Com a confirmação da idade, ele foi autuado em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte) e será encaminhado ao Conjunto Penal de Feira de Santana, segundo o delegado André Ribeiro, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR).

“Eu falei na delegacia que eu tinha 17 anos. O débito que a gente tinha era de R$ 500 do motor de uma moto. Não fui eu quem tirou a vida dela não, foi ele”, declarou Márcio. (Acorda Cidade)