1

Maquete da agroindústria comunitária, da Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores de Ferreiros.

A terceira edição da Feira Técnica (FETEC), evento pedagógico que tem como objetivo complementar o conhecimento adquirido em sala de aula, trouxe aos estudantes a oportunidade de conhecer de perto as atividades do projeto C1 Santa Luz, da Yamana, em diversas áreas como lavra, beneficiamento, segurança, meio ambiente, relacionamento com as comunidades e programas de capacitação oferecidos aos moradores.

“Esta é a terceira vez que a FETEC estimula a pesquisa e apresentação de projetos relacionados à mineração no município, desenvolvendo o conhecimento, o trabalho em equipe, além de mostrar a importância e os benefícios gerados pela companhia na cidade”, expõe Hélio Soares, gerente administrativo do empreendimento.

Entre os destaques da feira, ocorrida em julho deste ano, estão projetos apoiados pelo Seminário de Parcerias, programa de responsabilidade social do Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental. Alguns deles foram apresentados pelos alunos do primeiro semestre de Recursos Humanos do Centro Técnico Profissional (CETEP), organizador do evento.

2

Alunas apresentam atividade industrial de instituição apoiada pelo Seminário de Parcerias.

O grupo distribuiu mil sabonetes fabricados por ateliê local, a partir da reciclagem de óleo de cozinha, e apresentou o trabalho da agroindústria comunitária pertencente à Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores de Ferreiros. A “mini fábrica” composta por 19 mulheres produz sequilhos, bolo de leite, beiju, entre outros alimentos, para escolas da região. Ampliada por meio do apoio do Seminário de Parcerias, incluiu a fabricação de pão em seu portfólio e teve aumento de 50% na produção geral, refletindo em uma renda mensal entre R$ 250 e R$ 300 para cada integrante.

“Ficamos em segundo lugar na FETEC, o que foi surpreendente para nós”, diz Maria Luzanildes Araújo de Oliveira, uma das 24 participantes. “A maior premiação é o conhecimento que adquirimos, isso ninguém vai tirar de nós. Tivemos a oportunidade de ver de perto o que acontece em nossa cidade e conseguimos passar isso para os outros visitantes”.

Durante a feira técnina, outros oito estandes destacaram as atividades e conquistas do projeto C1 Santa Luz. O primeiro colocado na classificação geral foi o que apresentou o método de lavra de ouro utilizado na mina, bem como perfurações, desmonte, carregamento, transporte e equipamentos utilizados.

Ascom Yamana