Após denúncia do Grupo Metrópole, a assessoria de comunicação do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba) informou neste domingo (18), através de nota, que o diretor geral, Maurício Botelho constatou que a informação à respeito de um funcionário que usou o veículo do órgão para fins pessoais é verídica e trata-se de um servidor da Retran de Macaúbas que se encontrava realizando um curso na sede do órgão, em Salvador.

Botelho garante ainda que o servidor será devidamente punido, sendo exonerado da função, medida a ser divulgada no Diário Oficial do Estado na edição de terça-feira (20). (Metrópole)