Funcionários da Embasa paralisaram as atividades por um dia, nesta quinta-feira (13), em todo o estado. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae), a empresa ofereceu reajuste salarial de 6,49%, dividido em duas parcelas, sendo 2% este mês e o restante em novembro. Os empregados consideram a proposta “péssima” para o acordo coletivo deste ano. Eles reivindicam reajuste de 7,16%, relativos à inflação, e ganho real de 7% nos salários, além de melhorias no pagamento dos funcionários de nível médio. De acordo com o Sindae, o salário inicial na Embasa é um dos mais baixos entre as empresas de saneamento no Brasil. Nesta quinta, foram suspensos o atendimento ao público, serviços de ligação, religação e conserto de vazamentos, dentre outros. Serviços como abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto foram mantidos. (Bahia Notícias)