Foto: NOTA DE PESAR – Palhaço CarlitoA Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), lamenta com profundo pesar o falecimento de Carlos Nomeriano da Silva, o Palhaço Carlito. Residente no município de Nordestina, no território do Sisal, ele era artista circense há mais de 40 anos, tendo construído carreira como palhaço, empresário circense e radialista. Além disso, Carlito era membro titular e vice-presidente do Colegiado Setorial de Circo da Bahia, onde vinha se destacando como uma figura atuante.Aos 60 anos, após sofrer alguns problemas de saúde, Carlito estava se tratando de doença cardíaca, tendo o quadro se agravado no último final de semana e falecido na tarde de domingo, 16 de fevereiro, em Salvador. O sepultamento aconteceu em Jacobina, na segunda-feira, 17 de fevereiro.A FUNCEB expressa solidariedade à esposa, filhos, demais parentes e amigos.[Foto por Nathalia Miranda]

Carlito era artista circense há mais de 40 anos | Foto: Nathalia Miranda

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA) emitiu, na manhã desta terça-feira (18) uma nota de pesar pela morte de Carlos Nomeriano da Silva, o Palhaço Carlito, que faleceu neste domingo (16), em Salvador. Ele estava na capital baiana há alguns meses, realizando tratamento em decorrência de problemas cardíacos.

Leia a nota na íntegra abaixo:

NOTA DE PESAR – Palhaço Carlito

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), lamenta com profundo pesar o falecimento de Carlos Nomeriano da Silva, o Palhaço Carlito. Residente no município de Nordestina, no território do Sisal, ele era artista circense há mais de 40 anos, tendo construído carreira como palhaço, empresário circense e radialista. Além disso, Carlito era membro titular e vice-presidente do Colegiado Setorial de Circo da Bahia, onde vinha se destacando como uma figura atuante. Aos 60 anos, após sofrer alguns problemas de saúde, Carlito estava se tratando de doença cardíaca, tendo o quadro se agravado no último final de semana e falecido na tarde de domingo, 16 de fevereiro, em Salvador. O sepultamento aconteceu em Jacobina, na segunda-feira, 17 de fevereiro. A FUNCEB expressa solidariedade à esposa, filhos, demais parentes e amigos.

Redação Notícias de Santaluz