Share Button
Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

A Petrobras aprovou nesta sexta-feira (9) reajuste médio de 4% (+R$ 0,07/litro) na gasolina e de 5% (+R$ 0,08/litro) no diesel, com vigência a partir deste sábado (10). Desde janeiro de 2020, o preço médio da Petrobras acumula uma queda de 24,3% no preço do diesel vendido às distribuidoras e uma redução acumulada de 5,3% no caso da gasolina. Para se ter uma ideia, o preço médio da gasolina da estatal para as distribuidoras será de R$ 1,82 por litro após o reajuste. Entre julho e agosto, o preço médio da Petrobras correspondeu a cerca de 30% do preço final ao consumidor nos postos de combustíveis. No caso do diesel, o preço da Petrobras para as distribuidoras será de R$ 1,76 por litro após o reajuste. E, entre julho e agosto, representou cerca de 49% do preço final ao consumidor nos postos revendedores. A Petrobras explica que as revisões de preços feitas por ela podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, a mudança no preço final dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis.

Notícias de Santaluz