Bahia Notícias
geddel(5)

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O ministro-chefe da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima voltou a discutir com seguidores no Twitter. Neste domingo (4), um internauta criticou o fato de o ministro bloquear na rede social quem o chama de golpista. Geddel se justificou, dizendo que se o aplicativo fornece a opção, é porque ela é legítima e democrática. O internauta retrucou: “Dica para pessoa pública: quem foge é chamado de covarde; quem enfrenta é chamada de coração valente… A escolha é democrática”, escreveu, em referência ao mote da campanha presidencial da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “E pra vocês quem é cassado por crime de responsabilidade é vítima de golpe. Entendi”, respondeu Geddel. Questionado pelo internauta sobre a sensação de assumir um cargo sem voto popular, o ministro foi sucinto: “Gostosa”. “Vergonha na cara é algo que passa longe do senhor?”, continuou o seguidor. Geddel então respondeu, sugerindo o fim da conversa. “Exatamente por ter estou te bloqueando. Tchau, querido”, disse. Em um momento, outro seguidor passou a defender o ministro baiano, elogiando o “debate com petistas e suas linhas auxiliares”. “Me divirto em um domingo pacato”, respondeu Geddel. Posteriomente, o cacique do PMDB na Bahia sugeriu que outra seguidora, esta crítica à sua postura, seria “idiota”.