Goleiro do Japão detona Copa das Confederações: ‘Até a mulher do Julio Cesar foi assaltada’
Embora os jogadores tenham dado declarações amenas sobre a organização da Copa das Confederações, o terceiro goleiro do Japão, Shuishi Gonda, mostrou sua insatisfação com o torneio. “O estádio no Recife era muito longe do hotel. Isso não foi bom. E ficamos sabendo que a seleção espanhola foi assaltada também em um hotel. Até a mulher do Julio Cesar foi assaltada aqui [na quarta-feira, em Fortaleza]”, desabafou o jogador em entrevista ao UOL. No entanto, Gonda não responsabiliza o povo pelos acontecimentos. “O povo brasileiro é ótimo, muito doce e simpático, mas a organização deixou a desejar”, completa.