contrato

Foto: Reprodução

O projeto de lei que garante o cumprimento do piso nacional da educação aos professores e coordenadores do magistério da rede estadual de ensino da Bahia foi encaminhado pelo governo do estado à Assembleia Legislativa na quinta-feira (30). De acordo com a Secretaria da Educação, o projeto vai atingir mais de 30 mil servidores (ativos, inativos e Reda). Pelo Projeto de Lei, o ajuste concedido na remuneração inicial da carreira do magistério, agora passa a ser de R$ 2.145,36, valor pouco acima do piso nacional da categoria (2.135,00). O mesmo índice foi estendido a todos os graus e padrões subsequentes da carreira de magistério, beneficiando os servidores ativos, inativos e Reda. Conforme o governo estadual, somado à recente promoção concedida aos docentes aprovados no curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais, a categoria terá um ganho salarial de cerca de 9%. 

Redação Notícias de Santaluz