fimdagreve

Foto: Divulgação

Após reunião com o Governo da Bahia nesta quinta-feira (6), integrantes do  Fórum das Associações dos Docentes das Universidades Estaduais (ADs) decidiram encerrar a greve que já durava 86 dias. A paralisação foi iniciada no dia 13 de maio. O acordo foi assinado pelos representantes das secretarias da Educação, Administração e Relações Institucionais e pelos dirigentes das Associações de Docentes das quatro universidades estaduais (Uneb, Uefs, Uesb e Uesc). No acordo, o Governo da Bahia assegura encaminhar para a Assembleia Legislativa, em até 60 dias, a revogação da lei que interfere na autonomia didática, administrativa e financeira das universidades. Com a revogação, será criada nova lei que garante mais autonomia às universidades. Além disso, entre os quesitos contidos no termo de acordo está ainda a implantação das promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho relativas a todos os processos, que já se encontram em tramitação nas secretarias da Educação e Administração, em até 60 dias. Ficou acordado também que o governo baiano vai disponibilizar 252 vagas a serem remanejadas entre as classes, viabilizando volume maior de promoções para os docentes das quatro universidades. Além disso, foi acertada a devolução das cotas mensais do orçamento, retiradas por Rui Costa no primeiro trimestre de 2015.

Redação Notícias de Santaluz