8dde4e95-a32d-495b-9de3-378ab1a2c69b

As armas apreendidas com os criminosos | Foto: Leitor do Notícias de Santaluz

Integrantes da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil, com o apoio do Grupamento Aéreo da PM, realizam incursões desde o início da manhã desta quinta-feira (14) com o intuito de capturar criminosos que fazem parte de uma quadrilha de roubo a bancos. O bando, após confronto na noite desta quarta-feira (13) com a polícia na BR-324, se escondeu em um matagal na região de Simões Filho. Cães farejadores do Batalhão de Choque da PM estão sendo utilizados nas buscas. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado, o grupo é responsável por diversas ações contra instituições financeiras na Bahia e foi frustrado pela polícia quando tentava explodir o cofre de uma agência bancária na localidade de Guarajuba (Linha Verde). Com a quadrilha foram apreendidos explosivos, um fuzil calibre 762, uma submetralhadora, uma pistola, calibre 40, farta munição, além de três veículos. Aproximadamente oito criminosos ainda estão foragidos. Um policial foi atingido por um tiro na perna durante o confronto, mas já foi medicado e liberado. O corpo de Maria de Fátima Ricardo Senna, atingida por um disparo de arma de fogo durante o confronto, será periciado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) que elucidará a causa da morte. As armas apreendidas com os criminosos, bem como o armamento das guarnições policiais envolvidas também serão analisados pelo DPT.

Redação Notícias de Santaluz