Share Button

Por G1

Foto: José Cruz /Agência Brasil

Foto: José Cruz /Agência Brasil

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira (22) que o “único problema” do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, é o “sobrenome”. Vice-presidente da República, Mourão deu a declaração ao ser questionado sobre as movimentações financeiras atípicas de Flávio e do ex-motorista dele Fabrício Queiroz, identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). “O único problema do senador Flávio qual é? O sobrenome, não é?” disse Mourão. O vice-presidente tem afirmado que o caso envolvendo Flávio e Queiroz não é problema do governo, mas, sim, do senador eleito e do ex-motorista. “O problema é dele [Flávio]. Mas o que acontece? Há essa repercussão toda pelo sobrenome dele. Assim como ele, tem mais outros 25 lá da Assembleia Legislativa investigados por problemas similares”, declarou. Na semana passada, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido de Flávio Bolsonaro e determinou a suspensão temporária das investigações envolvendo as movimentações atípicas. O filho de Jair Bolsonaro argumentou que as regras foram “burladas” e, segundo Fux, se o processo não fosse paralisado, as provas poderiam ser anuladas. Fux está de plantão e, quando o Poder Judiciário retomar os trabalhos, em 1º de fevereiro, caberá ao ministro Marco Aurélio analisar o caso.